top of page

Energisa alerta sobre riscos de sobrecarga no uso inadequado de equipamentos eletrônicos


Fonte: Assessoria


A tecnologia trouxe praticidade ao nosso dia a dia. Do chuveiro à fritadeira elétrica, do portão automático às tomadas para carregar o celular em qualquer lugar. Em cada cômodo da casa há, no mínimo, um equipamento que demanda o uso da energia elétrica. E isso chama a atenção para algo que pode ser tornar um problema: as instalações elétricas da sua casa estão adequadas para a quantidade de eletrônicos que você possui?

“Até pouco tempo o principal consumo de energia uma casa estava atrelado a equipamentos básicos como geladeira, micro-ondas, televisão, chuveiro. Hoje o mercado traz novos produtos a cada dia, o que acende um alerta sobre as condições das instalações elétricas domésticas”, analisa Rodrigo Pontes Garcia, coordenador de Saúde e Segurança da Energisa Sul-Sudeste.

Ele acrescenta que mesmo no caso dos imóveis mais novos, é importante se certificar de que as instalações elétricas foram devidamente projetadas para suportar a demanda de energia. Já em relação às instalações de imóveis mais antigos é indispensável ficar atento aos sinais de que elas precisam ser tocadas.

“Além de aumentar a conta de energia, instalações elétricas com problemas podem causar acidentes graves como curto-circuito, choque elétrico e até incêndio de grandes proporções”, enfatiza Rodrigo.

Em ambas as situações, a orientação é contratar um eletricista profissional para que verifique as condições das tomadas e de toda a fiação do imóvel. Se uma ou mais tomadas e interruptores apresentarem defeitos como aquecimento ou cheiro de queimado, não ignore esses sinais, nem improvise adaptações.

“Benjamins, conhecidos como ‘Ts’, e extensões também podem ocasionar sobrecarga na rede elétrica do imóvel. Por isso é tão importante obter um parecer técnico que assegure as condições das tomadas e da fiação do imóvel. Ele ainda poderá orientar se a demanda dos equipamentos eletrônicos ligados corresponde à carga disponível na unidade consumidora”, acrescenta.

Fique atento aos sinais

Além do aquecimento e cheiro de queimado nos interruptores e tomadas, veja outras situações que podem ser um sinal de que sua instalação elétrica precisa de manutenção:

As chamadas “quedas dos disjuntores” são os primeiros sinais de sobrecarga de energia. Se eles estão caindo com frequência, tem algo errado na sua instalação;

Fique atento se há redução da luminosidade quando liga um equipamento de grande potência como, por exemplo, um micro-ondas;

Repare se lâmpadas e chuveiros estão queimando com frequência;

Instalações irregulares também podem causar o desligamento repentino dos equipamentos, mesmo quando não há situações de falta de energia.

“Ao perceber qualquer um desses sinais, chame imediatamente um eletricista profissional. Com eletricidade não se brinca”, finaliza Rodrigo.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

PM recaptura quase 400 detentos durante saidinha

Quase 400 detentos foram flagrados descumprindo as regras durante a saidinha temporária de fim de ano. Para terem direito ao benefício, os presos devem seguir algumas medidas enquanto estão nas ruas.

Comments


bottom of page